Da nebulosidade inicial, o Homem limpa os olhos, descobre o silêncio, caminha para o dia em direção à luz. O sagrado não se oculta, está em si, nele, no Homem, à procura da claridade que decorre por entre as mãos.
Do obscuro saber, o mito esmaga a exterioridade, leva o Homem à viagem interior, onde as cores revelam a presença do sagrado que se esmagam no encontro da sensibilidade, no ventre.
Da coisificação absurda, rodeante, o Homem projeta no universo, na tela, a desordem onírica, que espera, necessita, do olho, da água, da lágrima que dá ordem, sentido.
Na inquietude individual, o artista, o pintor, olha o mito, agarra a cabeça, mergulha nas cores, limpa os olhos, desvela a vida.
A Vida...

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Splach!

 
Acabei de o desenhar
o meu desenho do dia:)

5 comentários:

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Silvia.

Lindo desenho!
É uma terapia Divina...
Adoro arte!

Que Deus abençoe todos os seus projetos.

Beijos.

MA FERREIRA disse...

Bom dia Silvia!
Fiquei alguns momentos apreciando seu desenho, os detalhes...
Seu desenho é singelo, de uma beleza impar....Lindo!! Amei o sol!!

Um dia de paz a voce..

Bjinho..

Silvia Mota Lopes disse...

Obrigada às duas:)
O sol e a Lua representam o dia e a noite...os opostos e fazem parte de um todo tal como nós. Representam a vida.
O desenho tem detalhes inconscientes pois eu pego no marcador e sai espontaneamente é instintivo tal como as pinturas mito sonho realidade.
or isso ainda tenho que descobrir porque aparece aquele ser do outro mundo:)
Beijinhos e uma boa semana para vocês

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Olá Silvia, adorei esse desenho, as cores fortes que eu amo!
Parabéns para vc, essa arte é realizada pelas suas mãos! Lindo!
bj

Silvia Mota Lopes disse...

OBRIGADA RUI:)
BEIJINHOS
ESTOU QUASE A SER INVADIDA POR PAPÁS PARA UMA REUNIÃO MAS AINDA TIVE TEMPO DE VER O SEU COMENTÁRIO.
:) MUITAS FELICIDADES PARA SI E PARA A SUA FAMÍLIA