Da nebulosidade inicial, o Homem limpa os olhos, descobre o silêncio, caminha para o dia em direção à luz. O sagrado não se oculta, está em si, nele, no Homem, à procura da claridade que decorre por entre as mãos.
Do obscuro saber, o mito esmaga a exterioridade, leva o Homem à viagem interior, onde as cores revelam a presença do sagrado que se esmagam no encontro da sensibilidade, no ventre.
Da coisificação absurda, rodeante, o Homem projeta no universo, na tela, a desordem onírica, que espera, necessita, do olho, da água, da lágrima que dá ordem, sentido.
Na inquietude individual, o artista, o pintor, olha o mito, agarra a cabeça, mergulha nas cores, limpa os olhos, desvela a vida.
A Vida...

domingo, 25 de novembro de 2012

Voou


Um pássaro pousou em cima do parapeito da minha janela
Veio de longe do outro lado do rio
Chilrava rouco baixinho
Quase sem pio o coitadinho
Toquei de leve na sua asa
Estava ferida!
Fiz-lhe um ninho
Ali pernoitou
Mal tinha acabado de nascer o dia
Ficou o ninho…
Voou o passarinho!!!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

30 Novembro

 
 

Alguns pijamas realizados pelos pais:)

 
 

A casa XL:)

 
Fizeram uma casa em tamanho XL para colocar os donativos:)

Atividades do dia do pijama na creche onde dou apoio:)

 
Fiquei rendida às atividades que os Pais, as Educadoras e Auxiliares fizeram na creche no dia do pijama:)

Os pijamas e as mensagens foram realizadas pelos pais...ficaram uns pijamas muito criativos mesmo!!!
e as mensagens?
Quando cheguei de manhã e li algumas mensagens os meus olhos ficaram aguados:)
Parabéns !!!
Fizeram um excelente trabalho!!!!
E isto é apenas uma amostra do trabalho. Fizeram muito, muito mais:)

Para quem não sabe onde é o paraiso:)

 
Passo 3x vezes por semana perto dele:) :)

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

a voz do anjo

 
As Palavras de um anjo
Não as ouvi
Nem tu
O ruído intenso
Não deixa ouvir
Não ouvem
Nem sentem
Parecem máquinas andantes
Sem qualquer valor
Nem tão pouco se sentem
homens
Ausentes de amor
 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

:)

 
 Tu és nuvem …
És o sol que aquece o dia
És o abraço que me consola
quando estou triste
És a lua que me adormece
naquelas noites mais frias
És a fada da noite que me encanta
com histórias tão lindas!
És o sorriso que tranquiliza
este tempestuoso ser
És a família que eu…
 tanto
Desejava ter

Amanhã quando entrar na sala do Francisco vão estar todos de pijama, quando entrar na sala da Rita e da Beatriz...também vão estar vestidos de pijama...será que eu também tenho que ir trabalhar de pijama? :)

 
 Qual o segredo?

Aqui também vemos o pássaro azul...porque somos uma família feliz:)



terça-feira, 13 de novembro de 2012

Tu sabes...


Tu sabes…

Nesta pequena coisa
Mais coisa é dita
Dita é coisa sobre coisa
Coisa que não leva
A coisa alguma
E passamos a vida a dizer coisas
Coisas essas
Que
Nunca deviam ser ditas
Aquelas coisas….
Que coisam...
E quando as dizemos
Tornam-se mal ditas

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

E Tu? escrito de fresco

 
Pinto o verão
na parede do meu quarto
o sol já está aqui à
espreita
sorri delira ri
pisca o olho
parece gente
os seus longos braços luminosos
abraçam tudo de uma vez
desejam desvendar um segredo
que a Lua deixou ao anoitecer

no recanto do quarto
há um beijo perdido
uma lágrima que seca
desenhando a sua forma no chão
escuto aquela melodia
que
só o silêncio traz
Solto um verso uma poesia
que um poeta deixou para trás
e tu ?
encontras pedaços de sombra
fazes a luz acontecer
nesta vida que é incerta
 

sábado, 10 de novembro de 2012

:) Nossa estou inspirada o encontro de poesia fez-me bem!!!

 

Olha o vento

Que por aqui passou

Trouxe um segredo

Nunca o desvendou

Trouxe as folhas do outono

Dançando ao seu compasso

Trouxe uma mensagem de amor

Perdida num terraço

Trouxe uma lembrança

Um recado na trança

Trouxe um pedaço de sonho

No sorriso duma criança



Sílvia Mota Lopes
escrito de fresco:)


Anda....

 
Anda a passo de caracol
O pensamento
Comove
Salta como um sapo para a palavra
Como move
Mergulha num lago de cor viva
Cora
tal e qual o Coração
Há quem o diga
 Há quem o sinta
Há quem o siga


Sílvia Mota Lopes
escrito de fresco:)
 
Foi um dia em cheio...adorei:)
Encontro sobre Poesia para a infância e juventude

sábado, 3 de novembro de 2012

continuação:)

Eu para o meu filho:
-E tu não vais gravar as tuas conversas com a tua namorada?
-Não!!!, achas mãe, o facebook não vai acabar!!!

momentos de nostalgia? quem os não tem:)


                                                Não importa se é quase invisível
                                                                   Ou enormemente visível
                                                                                 Não importa que espécie é
                                                                                          Um ser vivo simplesmente
                                                                                                                     canta o amor


O amor é base de tudo é o primeiro e o último degrau da escada e com ele a subimos e descemos:)
Sílvia Mota Lopes