Da nebulosidade inicial, o Homem limpa os olhos, descobre o silêncio, caminha para o dia em direção à luz. O sagrado não se oculta, está em si, nele, no Homem, à procura da claridade que decorre por entre as mãos.
Do obscuro saber, o mito esmaga a exterioridade, leva o Homem à viagem interior, onde as cores revelam a presença do sagrado que se esmagam no encontro da sensibilidade, no ventre.
Da coisificação absurda, rodeante, o Homem projeta no universo, na tela, a desordem onírica, que espera, necessita, do olho, da água, da lágrima que dá ordem, sentido.
Na inquietude individual, o artista, o pintor, olha o mito, agarra a cabeça, mergulha nas cores, limpa os olhos, desvela a vida.
A Vida...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Recital de piano

Posted by Picasa
José Eduardo Martins regressa a Braga

Recital de piano e lançamento de livro

na Companhia da Música da Fundação Bomfim
 

José Eduardo Martins vai interpretar ao piano obras de Eurico Carrapatoso, Francisco de Lacerda e François Servenière num recital que decorre dia 19 de Novembro, às 18h00, na Companhia da Música – Fundação Bomfim, no Mercado Cultural do Carandá em Braga.

Após este recital organizado pela Companhia da Música será apresentada a obra de José Eduardo Martins “Impressões sobre a Música Portuguesa - Panorama, Criação, Interpretação e Esperanças” a cargo da Professora Elisa Lessa.

José Eduardo Martins nasceu em 1938 na cidade de São Paulo, no Brasil, onde iniciou os seus estudos com o professor russo José Kliass. Mais tarde trabalhou durante alguns anos em Paris, com Marguerite Long, Jean Doyen e Louis Saguer. Como pianista, José Eduardo Martins realizou ciclos com as obras integrais de Debussy, J-P. Rameau, Moussorgsky e Francisco de Lacerda, tendo apresentado igualmente, em primeira audição absoluta, mais de 100 composições contemporâneas de autores de diversos países. Para além dos 20 CD’s gravados é autor de diversos livros sobre música e de quase uma centena de artigos publicados em diversas revistas e periódicos de vários países. Desde 1978 realiza estudos sobre o compositor romântico brasileiro Henrique Oswald, por ele redescoberto, traduzidos em inúmeras gravações de LP’s e CD’s, edições de partituras, livro e artigos. José Eduardo Martins é Doutor Honoris Causa pela Universidade Constantin Brancusi da Roménia. Recebeu em Bruxelas a Ordem do Rio Branco, uma das honras mais significativas do governo brasileiro.


Posted by Picasa

domingo, 13 de novembro de 2011

vai uma bolachinha?

Posted by Picasa

Uma palavra apenas

Posted by Picasa

TPC

Posted by Picasa

para onde me levas anjo risonho?

Posted by Picasa

um anjo nas prateleiras dos livros

Posted by Picasa Queres contar uma  história à Alícia?

O Zé a as estações

Posted by Picasa  TPC Alícia