Da nebulosidade inicial, o Homem limpa os olhos, descobre o silêncio, caminha para o dia em direção à luz. O sagrado não se oculta, está em si, nele, no Homem, à procura da claridade que decorre por entre as mãos.
Do obscuro saber, o mito esmaga a exterioridade, leva o Homem à viagem interior, onde as cores revelam a presença do sagrado que se esmagam no encontro da sensibilidade, no ventre.
Da coisificação absurda, rodeante, o Homem projeta no universo, na tela, a desordem onírica, que espera, necessita, do olho, da água, da lágrima que dá ordem, sentido.
Na inquietude individual, o artista, o pintor, olha o mito, agarra a cabeça, mergulha nas cores, limpa os olhos, desvela a vida.
A Vida...

sábado, 24 de março de 2012

Hoje já fiz dois poemas para a infância ficaram muito engraçados! :)
Amanhã o nosso coro vai cantar na Companhia da Música pelas 18 horas. São quatro espirituais negros e tivemos poucos ensaios...ai! ai! que desgraça!
Só espero que corra tudo bem! :)

5 comentários:

VINO MORAIS - ARTISTA PLASTICO disse...

CONCERTEZA TUDO VAI CORRER BEM...AMEI O OVO DO EDUCANDO...ORIGINAL...GOSTEI DA MISSE E DOS RETRATOS...AMEI O VIDEO...DESEJO-VOS BOM DOMINGO...E MUITA CRIATIVIDADE...BEIJOS E BEIJOS...

Chicão de Bodocongó disse...

Gostei muito do texto.
Parabéns!

Silvia Mota Lopes disse...

Obrigada Vino um beijinho muito grande para ti...sim penso que vai correr bem. se não correr assim muito bem já fica como ensaio geral para o dia 31 de Março.:)
Um bom Domingo....mudou a hora não te esqueças!:)


Obrigada Chicão :)
Um abraço

FA disse...

Olá Silvia!
Como correu? Não consegui ir, pelos motivos que comentei ontem...
Espero ter uma outra oportunidade...
Beijos

Silvia Mota Lopes disse...

bem no ensaio antes da atuação foi um desastre..mas depois correu bem exceto uma das músicas...no dia 31 vamos cantar melhor. Também tivemos poucos ensaios...:)
beijinhos