Da nebulosidade inicial, o Homem limpa os olhos, descobre o silêncio, caminha para o dia em direção à luz. O sagrado não se oculta, está em si, nele, no Homem, à procura da claridade que decorre por entre as mãos.
Do obscuro saber, o mito esmaga a exterioridade, leva o Homem à viagem interior, onde as cores revelam a presença do sagrado que se esmagam no encontro da sensibilidade, no ventre.
Da coisificação absurda, rodeante, o Homem projeta no universo, na tela, a desordem onírica, que espera, necessita, do olho, da água, da lágrima que dá ordem, sentido.
Na inquietude individual, o artista, o pintor, olha o mito, agarra a cabeça, mergulha nas cores, limpa os olhos, desvela a vida.
A Vida...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Foi lindo!!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Posted by Picasa

10 comentários:

Nilson Barcelli disse...

A pequenada estava muito atenta...
Sílvia, tem um bom resto de domingo e boa semana.
Beijinhos.

Silvia Mota Lopes disse...

Obrigada Nilson!! sim realmente estavam fiquei mesmo muito surpreendida!! :)

Cristina C disse...

Hello!
Interesting blog... very nice pictures. Welcome to http://filmandotherstories.blogspot.se/
:) Wish you a happy new year!

Silvia Mota Lopes disse...

hello thank you Cristina
A happy new year to you :)

Rogério Pereira disse...

O melhor que o mundo tem
são as crianças
e quem as entretém
também

Silvia Mota Lopes disse...

:)

Mercedes Ridocci disse...

¡¡¡Has publicado!!! Mi enhorabuena.

Aunque no visite mucho porque otros menesteres me llevan tiempo, que sepas que te recuerdo.

Un abrazo

Silvia Mota Lopes disse...

abraço amiga :)
Tudo de bom e que a escola de dança continue em força:)

Rubén Opazo disse...

Quizás no exista nada mas gratificante que trabajar con niños.
Felicitaciones por tu publicación y tu arte.
Abrazo afectuoso.

Silvia Mota Lopes disse...

Gracias Rúben abrazo:)